Venda certo com conteúdo relevante


marketing digital

O ano mal começou e já está agitado, o que sugere um 2019 mais lucrativo para o empresariado. Contudo, a premissa será verdadeira para quem fizer a tarefa de casa, tarefa esta que passa pelo planejamento de marketing.

Um planejamento de marketing envolve várias etapas, mas não precisa ser um documento complexo e indecifrável, pelo contrário! É basicamente uma descrição do seu mercado, seus objetivos e dos melhores meios para que você possa usar o marketing a seu favor para atender seus consumidores e atingir suas metas.

Dentro deste planejamento, é essencial dar atenção especial ao plano de marketing digital que, dentre outras vantagens, permite uma ótima segmentação do público e fácil mensuração de resultados. Em 2017, 25,42% (R$ 14,8 bilhões) dos investimentos em marketing no Brasil aconteceram no ambiente digital, e esse montante promete crescer em 2019. De acordo com estatísticas da Google, cada 1 real investido gera receita de 2 reais. Parece interessante para você? Se a resposta for sim, vamos falar sobre como fazer um bom plano de marketing digital.

Para garantir um bom resultado nessa área, ou seja, atrair novas oportunidades de negócio e solidificar a marca, é preciso produzir conteúdo relevante. Lembre-se sempre disso: o conteúdo é a espinha dorsal do plano de marketing digital!

Criar um plano de conteúdo diferenciado e alcançar seus clientes em um ambiente cheio de sofismas e fakenews não é difícil, mas exige algum esforço. Uma boa estratégia é seguir um passo a passo que responde 8 perguntas cruciais, que são:

1 – O quê

Comece fazendo um brainstorming para explorar a capacidade criativa. Na sequência, avalie a Jornada de Compra do seu cliente. Feito isso, pesquise: palavras-chave com a ferramenta Keyword Reserch; fontes externas de referência e novas oportunidades no ambiente digital.

2 – Quem

Defina quem vai produzir o conteúdo e interagir com ele, ou seja, uma equipe in house ou uma agência terceirizada. Ambos podem fazer um bom trabalho se bem orientados.

3 – Para quem

É imprescindível ter em mente quem é ou quais são as Personas do seu negócio, lembrando que Persona não é público-alvo, mas, sim, a representação real do seu principal cliente.

4 – Quando

O conteúdo pode ser publicado com alta, média e baixa frequência, dependendo dos seus objetivos e capacidade de produção. Defina a melhor estratégia para você.

5 – Como

Não limite seu conteúdo a textos. Imagens, vídeos, áudios e infográficos também são conteúdo. Seja criativo e alcance mais pessoas!

6 – Onde

Estabeleça os canais de distribuição do conteúdo, tendo sempre em vista seu objetivo e sua Persona. Você não precisa estar em todos os canais o tempo todo!

7 – Quanto

51% dos empresários não fazem planejamento financeiro e, portanto, não definem um orçamento de marketing. Estabeleça um orçamento, por menor que seja. O ambiente digital não traz resultados satisfatórios sem dinheiro.

8 – Porquê

Você precisa posicionar-se antes de gerar conteúdo para saber o que garante melhores chances de sucesso e diferenciação. Você pode focar em quem está perto de você; pode se posicionar como referência em algum assunto; pode apresentar cases de sucesso; pode trabalhar a automação ou uma única etapa do funil de vendas.

Pronto para começar? Parece difícil, mas não é! Um bom planejamento de conteúdo pode ser a diferença entre vender e ter bons clientes. A venda certa é aquela que garante clientes rentáveis e fiéis. Para isso, é preciso agir corretamente, com o cliente ideal e na hora certa. Fica a dica e ótimas vendas em 2019!

→ Artigo produzido para a cliente e parceira Florença Empresarial.

#marketingcontent #marketingdigital #FlorençaEmpresarial #artigo #nossocliente #parceria #vendas

Post em destaque
Posts recentes